segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Comunidades somam + de 2.000 usuários com estilo etílico

O Orkut é uma rede social filiada ao Google, criada em 19 de Janeiro de 2004 com o objetivo de ajudar seus membros a criar novas amizades e manter relacionamentos. Seu nome é originado no projetista chefe, Orkut Büyükkokten, engenheiro turco do Google. Um Nerd Emo, mas bem desenrolado.

No Orkut as pessoas podem entrar nas comunidades, que podem funcionar como fóruns de interesses comuns. Por exemplo: se alguém gosta de Pitú, pode-se entrar em uma comunidade com o nome Do mo valor a latinha de Pitú. Outras pessoas podem participar dessa comunidade também e assim poderão discutir qualquer assunto, geralmente relacionados ao tema.

Geralmente as comunidades que fazem mais sucesso e as que tem o maior número de participantes são aquela que tratam de temas bem populares e rotineiros da vida social. Mas além dessas comunidades normais existem as diferentes, as sem sentido nenhum, as preconceituosas, as sexuais, as bizarras, as macabras e tantas outras que tratam de temas váriados e inesperados.

As tres comunidades que estão relacionadas neste blog são bastantes ligadas a um estilo de vida específico. Todas elas fazem alusão aos prazeres do álcool e evidentemente as suas conseqüências. Esse tema até que é bem popular, sendo que neste caso, a bebida alcoólica destacada pelas comunidades não faz tanto sucesso como a Cerveja(quando começa a beber da vontade de não parar) ou o Vinho(só presta tomar aqueles garrafões de 5 Litros na semana santa). Infelizmente muitas pessoas acham que a cachaça é muito forte e agressiva, o que realmente é verdade principalmente para quem nao está acostumado com o seu sabor. Só que tem uns que ja beberam tanto que acababam ficando caleijado e quando chegam nesse estágio so querem tomar cana. Um exemplo disso é o o Leonando Gomes de Lima, que sempre diz, “toma cachaça carai”.

Essas comunidades já somam mais de 2.000 participantes, e esses, concetezam gostam de tomar uma pitúzinha pra desopilar as tensões das tarefas diárias. O complicado dessa diversão é que se a pessoa passar do ponto a ressaca no outro dia é certa, e ela vem quase sempre acompanhada de uma leve tontura, dor de cabelça e algumas reviravoltas intestinais, deixando o corpo um pouco debilitado. Tem pessoas que dizem que a melhor coisa pra curar uma ressaca é tomar outra pra ficar bebo novamente. Isso pode até da certo na hora, mas com isso, a ressaca acumula, e quando bate de vez é que o peão sofre.

3 comentários:

  1. valeu, velho! e tome pitú!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo5:35 PM

    Só pode, o mundo é alcoólatra!!!

    ResponderExcluir
  3. Cachaça na veia!!!!!!uhauhauah

    ResponderExcluir